readysetgo-logo
Portuguese English

Évora

A cidade mais romântica do Alentejo

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6


    Évora deve o seu nome (originalmente ”Ébora”) aos Celtas e é uma das cidades históricas mais belas de Portugal, senão do mundo…
    Os romanos construíram o seu templo glorioso em honra do imperador Augusto e a nobreza portuguesa foi erguendo ao longo dos tempos imponentes palácios, capelas, conventos, igrejas e catedrais, marcando diferentes épocas e civilizações que se mantêm quase intactas até aos dias de hoje.
    A cidade de Évora situa-se na região do Alentejo, terra de campos dourados cobertos de oliveiras e sobreiros, sendo a cidade ideal para explorar o legado dos romanos e dos moutros, aproveitando para se deliciar com a sua rica gastronomia e tranquilidade típicas.
    É também pólo de atração de estudantes, que acolhe na segunda universidade mais antiga do país, marcada por grandes arcadas, praças e cafés pitorescos que animam as ruas da cidade de noite e de dia.
    A abundância dos monumentos existentes em Évora levou a UNESCO a considera-la como o melhor exemplo da cidade da Idade do Ouro portuguesa, após a destruição de Lisboa com o sismo de 1755.
    Deixe o stress da cidade e relaxar e apaixonar-se na cidade mais romântica do nosso Alentejo!



    Locais a visitar

    • Contemple a história romana no famoso Templo de Diana, um dos principais símbolos da ocupação romana, construído no sec. I d.C., e que ainda conserva 14 das suas colunas. Reza a história que foi erigido em honra de Diana, deusa romana da caça, servindo de lugar de culto ao Imperador Augusto.
    • Conheça também a maior catedral medieval do país – Sé Catedral – cuja fachada é dominada por duas torres assimétricas e as figuras dos doze apóstolos, e o Convento de Santa Clara, fundado no sec. XVI, com a igreja coberta de azulejos e belos murais.
    • Não pode deixar de visitar uma das principais atrações da região, a Capela dos Ossos, onde centenas de ossadas humanas se encontram expostas nas paredes e tetos, que ficarão certamente na sua memória, com uma frase bem convidadtiva: “Nós os ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos”!
    • Mais a norte conheça a magestosa Vila Viçosa, onde encontrará o Paço Ducal, outrora residência da família real portuguesa, podendo ainda, nos arredores da cidade, visitar a Gruta do Escoural, com gravuras paleolíticas, ou os monumentos megalíticos em Reguengos de Monserraz, sem esquecer o museu situado no interior do Convento Dominicano em Montemor-o-Novo, repleto de azulejos azuis portugueses, objetos arqueológicos e arte sacra.
    • As ruínas do castelo e o Aqueduto Água de Prata, tão emblemático desta cidade, dão cor e ambiente a um cenário histórico que não vai querer perder!

    turismo logos
    RNAAT n.º 152/2016