readysetgo-logo
Portuguese English

Tomar

Cidade Templária

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6


    Antiga sede da Ordem dos Templários, Tomar é uma cidade de grande encanto, pela sua riqueza artística e cultural, com expoente máximo no famoso “Convento de Cristo”, uma das mais importantes obras do Renascimento em Portugal.
    A cidade é atravessada pelo Rio Nabão, que é afluente do Rio Zêzere, e situa-se bem no centro do país, distrito de Santarém.
    O turismo constitui hoje uma atividade de primeira importância, já que o Convento de Cristo, principal Monumento da cidade, foi considerado Património Mundial pela UNESCO em 1983.
    Palco de um dos maiores eventos tradicionais, a Festa dos Tabuleiros é uma festa realizada de 4 em 4 anos, no princípio do mês de Julho. É uma das manifestações mais antigas de Portugal que se manteve até aos dias de hoje. A principal característica desta Festa é o Desfile ou Procissão onde desfilam inúmeros tabuleiros decorados com flores, pão e espigas de trigo, que representam as dezasseis freguesias do concelho. Percorre as principais ruas da cidade, num total de 5 km de ruas enfeitadas de colchas pendentes nas janelas, onde se encontram milhares de visitantes e são lançadas pétalas, entusiasticamente, sobre o Cortejo.
    No primeiro domingo de setembro, tem lugar outra festa popular – Círio de Nª Senhora da Piedade – composto por um cortejo de oferendas realizado em carros típicos enfeitados com flores de papel que percorre a cidade. Sem esquecer ainda, a Feira de Santa Iria, celebrada em honra da padroeira de Tomar, e que decorre normalmente entre a sexta-feira anterior ao dia 20 de Outubro, até ao domingo a seguir a esta mesma data, que é o ponto alto das comemorações, quando se efetua a procissão. A feira realiza-se na praça da República e conta com divertimentos, vendedores, exposição de automóveis e tratores agrícolas, e a presença de tasquinhas onde se dá a conhecer alguns dos sabores mais típicos da região.



    Locais a visitar

    • Inicie a sua visita pelo famoso Convento de Cristo, onde poderá apreciar e descobrir com atenção algumas das preciosidades, como as representações no portal renascentista, a simbologia da Janela Manuelina da Sala do Capítulo, os pormenores da arquitetura do Claustro Principal e as dependências ligadas aos rituais templários.
    • Do Convento, poderá descer a pé pela Mata dos Sete Montes até ao centro histórico. Indo pela estrada encontrará a Ermida da Nossa Senhora da Conceição, uma pequena joia renascentista, e chegando à Praça da República conheça a Igreja Matriz de São João Baptista. Nas ruas em redor encontram-se lojas de comércio tradicional e o café mais antigo onde poderá apreciar as delícias da pastelaria local, entre elas, as famosas Fatias de Tomar.
    • Passeie pela Praça do Comércio e a famosa Rua Augusta que liga o Arco da Rua Augusta à Praça do Rossio, onde bem perto pode apanhar o conhecido Elevador de Santa Justa.
    • A sul encontra-se o Convento de São Francisco, onde atualmente poderá visitar o Museu dos Fósforos e, mais a norte, o Convento da Anunciada. A este, no local do Museu da Levada, poderá observar as antigas moagens e moinhos que trabalharam com a força do rio Nabão, em cujas margens encontrará o Convento de Santa Iria e a Igreja de Santa Maria do Olival, onde se encontram os túmulos de vários templários, entre os quais o de Gualdim Pais, morto em 1195.
    • Tomar preserva ainda um testemunho da religião hebraica, a antiga Sinagoga do sec. XV, hoje Museu Luso-Hebraico de Abraão Zacuto.
    • Para descansar do passeio cultural, faça uma pausa no Parque do Mouchão, um ex-libris da cidade com a famosa roda hidráulica em madeira.
    • Nas proximidades, poderá ainda conhecer o Castelo de Bode, uma das maiores albufeiras do país, o castelo de Almourol ou a localidade ribeirinha de Dornes.

    turismo logos
    RNAAT n.º 152/2016